Digite uma palavra para pesquisa:
Boletim Informativo
Cirurgia da Coluna
Cirurgia Vascular
Subespecialidades
Dor e Funcional
Neuro Oncologia
Nervos Periféricos
Neurocirurgia Pediátrica
Neuroendoscopia
Neurotraumatologia
Pesquisa
Linhas de Pesquisa
Equipe
Dr. Luiz Roberto Aguiar
Dr. Adriano Maeda
Dr. Alexandre N. Francisco
Dr. Carlos Parreira Goulart
Dr. Carlos Mattozo
Dr. Flávio Hayashi
Dr. Ricardo Guimarães
Dr. Robinson Marques
Ensino
Graduação
Pós Graduação
Liga de Neurocirurgia
Informações ao paciente
Links Interessantes
Imagens
Fale Conosco
 
» Subespecialidades » Cirurgia da Coluna
 
Hérnia de disco Cervical

A Hérnia de Disco se dá quando o núcleo pulposo migra de seu local, no centro do disco, para a periferia, em direção ao canal medular ou para os espaços por onde saem as raízes nervosas, comprimindo-as. A hérnia de disco pode acontecer entre qualquer uma das vértebras.

O sintoma mais comum da hérnia de disco cervical é dor no pescoço com irradiação para o braço. Esta dor está associada à compressão exercida pelo disco sobre raiz do nervo e pelo processo inflamatório local que se desenvolve devido à exposição da raiz a substâncias químicas irritantes do disco intervertebral. Na maioria dos casos, a crise de dor se dá quando o paciente está acordado, sem trauma ou necessidade de outro evento.

Sintomas radiculares dependem do nível da herniação do disco e da compressão exercida.

Se a hérnia de disco comprime a coluna vertebral, alguns sintomas podem ser observados, como fraqueza nas mãos e braços, formigamento, dormência ou uma sensação de “choque”. Também há fraqueza nas pernas, que começa com uma sensação de peso e dificuldade para andar longos percursos ou subir escadas. O exame clínico pode mostrar reflexos hiperativos, reflexos patológicos e dificuldade de marcha. Finalmente, a função esfincteriana e sexual podem ficar comprometidas na evolução da mielopatia.

O diagnóstico inicial, depois de um exame clínico, começa com uma radiografia da coluna. O diagnóstico mais completo é feito através de uma Ressonância Magnética.

O tratamento inicial é feito com repouso, medicamentos, fisioterapia e, eventualmente, colar cervical. A cirurgia é recomendada quando os sintomas pioram ou o tratamento não faz efeito. O tratamento cirúrgico também é indicado quando há compressão severas das estruturas nervosas.

O tratamento cirúrgico mais comum é feito através de descompressão cervical anterior e fusão das vértebras afetadas. Alguns pacientes, com compressão medular em vários níveis, necessitam de uma laminectomia. Com técnicas modernas, complicações cirúrgicas são raras.

 
 
Malformação de Chiari
Malformação de Chiari I e II.
Lipoma do canal medular
Acúmulo de tecido gorduroso localizado no canal medular.
Osteomielite
Infecção nos ossos da coluna vertebral.
Coluna Vertebral
A coluna vertebral é formada por 33 vértebras.
Discite
Inflamação dos discos nos espaços vertebrais.
Dor Lombar
O que é?
Estenose lombar
Estreitamento do canal vertebral na região lombar.
Estenose cervical
Diminuição do espaço do canal vertebral e forame neural comprimindo a medula e as raízes nervosas.
Hérnia de disco lombar
O principal sintoma a hérnia de disco lombar é a dor combinado com a irritação da raiz nervosa.