Digite uma palavra para pesquisa:
Boletim Informativo
Cirurgia da Coluna
Cirurgia Vascular
Subespecialidades
Dor e Funcional
Neuro Oncologia
Nervos Periféricos
Neurocirurgia Pediátrica
Neuroendoscopia
Neurotraumatologia
Pesquisa
Linhas de Pesquisa
Equipe
Dr. Luiz Roberto Aguiar
Dr. Adriano Maeda
Dr. Alexandre N. Francisco
Dr. Carlos Parreira Goulart
Dr. Carlos Mattozo
Dr. Flávio Hayashi
Dr. Ricardo Guimarães
Dr. Robinson Marques
Ensino
Graduação
Pós Graduação
Liga de Neurocirurgia
Informações ao paciente
Links Interessantes
Imagens
Fale Conosco
 
» Subespecialidades » Neurotraumatologia
 
Concussão

A concussão cerebral é um dos tipos de traumatismo craniano que resulta em alterações neurológicas temporárias. Essas alterações podem ser desde uma pequena desorientação ou confusão mental, até amnésia e perda de consciência por vários minutos. As razões para estes sintomas após a concussão ainda não são claras.

Todos os pacientes que sofrem uma concussão devem procurar um médico. Depois de exames, a maioria das pessoas não necessita de internamento, mas necessitam ficar em observação por pelo menos 12 horas. Estes pacientes não devem beber bebidas alcoólicas por vários dias e não tomar analgésicos muito fortes.

Porém, pacientes com uma lesão mais grave podem apresentar sonolência e desorientação, náuseas ou vômitos, forte cefaléia, convulsão, saída de líquido cefalorraquiano pelo ouvido ou nariz, fraqueza ou perda de sensibilidade nas extremidades do corpo, pupilas assimétricas, visão dupla, ou outro sintoma neurológico. Nestes casos, o paciente deve ser observado mais cuidadosamente, pois pode ter havido uma fratura no crânio e/ou uma hemorragia cerebral. Para verificar se houve hemorragia, uma tomografia computadorizada é essencial.

A síndrome pós-concussão

Cerca de 50% dos pacientes que sofrem uma concussão cerebral se recuperam completamente após alguns dias, porém a amnésia para eventos imediatamente antes ou logo após a lesão permanece. Para os pacientes com concussões graves, as alterações podem permanecer de três meses a um ano; em alguns casos, o paciente nunca se recupera completamente. Os sintomas apresentados por estes pacientes é conhecido como síndrome pós-concussão. Alguns sintomas são cefaléia, irritabilidade, ansiedade, perda de memória e cognição, falta de concentração e atenção, fatiga, mudanças de personalidade, insônia, vertigem, zumbido no ouvido, perda de audição, alterações visuais, sensibilidade à luz e barulho, perda de gosto, olfato e libido.

O tratamento de síndrome pós-concussão deve ser feito por um neurologista ou um neurocirurgião, mas na maioria das vezes os sintomas se resolvem sem a necessidade de uma terapia específica.

 
 
Neurotraumatologia
Neurotraumatologia
Contusão Cerebral
Áreas de hemorragia que se formam sobre a superfície do cérebro.
Hematomas
Acúmulos de sangue no interior do cérebro ou entre o cérebro e o crânio.
Hemorragia Subaracnóide
Sangramento que ocorre de maneira abrupta no espaço compreendido entre o cérebro e as meninges.
Fratura craniana
Ruptura de um osso do crânio.
Traumatismo Craniano
Causados por impacto contra o crânio.